sábado, 16 de julho de 2011

Racismo contra Brancos Arianos

Você sabia que os termos Black Power (Poder Negro), Supremacia Negra, Brown Pride, Orgulho Negro são slogans que tem sido aprovados pelas mais diversas empresas e multinacionais para aumentar seu lucro em países com considerável população negra e mestiça. Mas nao é só isso, Orgulho de Cuba, orgulho da India, Orgulho Africano, Black Pride, Orgulho Judeu, amarelo, vermelho e muito mais, tudo em vista a reconhecer uma raça ou etnia, é amplamente difundido ou discursado livremente no nosso país sem nenhuma restrição. Enquanto que termos como Orgulho Branco, White Power, White Pride, Orgulho Ariano, Aryan Pride é rejeitado pela infantilidade de nossa federação. Os brancos arianos estão perdendo identidade não só no Brasil mas, no mundo todo. Experiemente sair com uma camiseta estampada "Orgulho Branco" ou "100% Branco" ou ainda "Aryan Pride", logo voce seria taxado racista. Agora um negro com uma camiseta "100% Negro" ou "Orguho Afro" é simplesmente aceitavel não só para os proprios negros mas por todos os mestiços e a maioria dos Brancos. Quando um negro chama outra pessoa de branquelo/a, leite, sardento, sem cor... passa despercebido, tudo é aceitavel, nada acontece. Agora quando um branco chama alguém de preto, negão, bugre, feijão, de cor... logo somos taxados de racistas. Os negros tem o Dia da Consciência Negra, os índios tem o Dia do Índio, se tivéssemos o Dia do Orgulho Branco logo seríamos taxados de racistas. Os negros tem A Liga da Defesa Dos Direitos Afrodescendentes, os judeus tem a Aliança Israelita e nós, se tivéssemos uma liga dos direitos dos brancos seriamos taxados racistas, e pior quando nos orgulhamos de nossa cultura europeia, de nossos antepassados (são poucos os verdadeiros que se orgulham), de nossa raça, de nosso sangue ariano somos tidos como racistas! os brancos Arianos não tem direito a ter orgulho racial, enquanto que outras raças tem esse direito. E para piorar a situação, são os proprios brancos arianos que permitem tal injustiça, com sua propia raça. Nos EUA os negros já possuem escolas para afrodescendentes, bares para afrodescendentes, se tivéssemos uma escola para brancos arianos seriamos logo taxados de racistas.
O orgulho, a estirpe, a cultura dos Arianos está sendo esquecida, cabe a todos fazer uma reviravolta neste processo macabro que está pondo fim aos 8% de Brancos do planeta. Nossa luta deve ser eterna, se você não está engajado nela que tal começar agora??
NON MOLLARE MAI!

9 comentários:

  1. As vezes é difícil saber se uma pessoa é considerada branca ou não, pois, alguns vezes alguém pode ser considerado branco aos olhos de uns e pardo aos olhos dos outros. Então, o que é ser branco? É necessário ter olhos claros e ser loiro?

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente, tome cuidado com suas palavras principalmente com a sanção pela Pr. Dilma Rouseff de novas leis e diretrizes de publicação de dados virtuais,isto é um aviso judicial,e além conquanto da clara evidencia da sua inexistência perante um imperialismo tão ultrapassado quanto o Nacional-Socialismo alemão, ficaria numa melhor se apoiasse um imperialismo americano, que está tão moderno quanto este blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua óptica é distorcida, sugiro reler, pios o texto desmistifica tal impressão

      Excluir
  3. O problema com a teoria nazista sobre "raça ariana" - é simplesmente que isso é ilusão. Não existem raças na humanidade, e sim uma única raça, a raça humana. O homo sapiens não apresenta subdivisões gênicas tal modo como cães, cavalos, chimpanzés etc.
    E a população superior ou melhor - seria justamente aquela mais adaptada ao ecossistema local. Como nosso planeta possui milhões de ecossistemas, então cada um no seu quadrado.
    A miscigenação entre povos sim, é que confere superioridade gênica frente a infecções de microorganismos, alergias, homozigoze de alelos deletérios etc.
    A verdade é que não existe pureza gênica humana, biologicamente, todos tivemos um único ancestral - e todos os grupos humanos se misturaram em diferentes momentos e épocas.
    Até o próprio Adolf Hitler - é um afro-judeu alemão. Seu cromossomo Y-DNA é E1b1b1 (E-M35) raro entre europeus, mas comum em judeus egípcios e norte-africanos.

    ResponderExcluir
  4. Alguns acreditam nessa bobagem de superioridade de raças...
    Nessa brincadeira, o lado negro vem sendo apagado aos poucos com forte influência da igreja que protege os reis e monarcas...
    Os negros foram corrompidos e escravizados,desde os tempos do Egito... causaram a queda da civilização, Napoleão por sua vez ao retirar a esfinge que estava soterrada na area destruiu o nariz e tentou destrir os labios da mesma com tiros de canhões... simplesmente porque os traços não eram Europeus como se pode notar no seguinte link:
    http://sphotos-f.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/531588_10200272955560219_206789919_n.jpg

    Colombo escravizou nosso povo índigina, e a anos estamos colaborando com está destruição... nesse padrão criado que vem sendo fortemente divulgado pela igreja e seu jesus branco de olhos claros... as mídias por sua vez colaboram com esse padrão de "beleza ideal" as mulheres seguindo o rebanho e este padrão ridiculo acabam o cabelo com chapinhas, tentando encaixar-se nesse padrão criado e negando suas raizes.
    Sugiro o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=Iv5yoEsN4fU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que o autor deixa claro é que a questão não é de raça
      Nascer e ser nascido!
      A questão de classes interfere nas relações de homens em época e região e determina
      Pare com esse discurso de navio negreiro e leia sobre os livros de comércio dos navios negreiros. Verá que negros vendiam parentes, vendiam outras tribos por eles também escravizados (pois é a força nas armas ou fibras, era também entre tribos africanas), o domínio sempre é exercido pelos mais régios
      Sew uma branca nasce com traços e características brancas predominantes, é tratada com racismo em favela do Rio
      Pode responder pelos seus de mesma cor, porque tendo ela sangue negro e índio (não aparente, tenha que sofrer racismo)rejeição por diferir no comportamento e não acercar-se do consumo e venda de drogas

      Excluir
  5. cara eu sou descendente de negros mas sou branco queria saber se por isso eu sou de uma raça impura(meus pais são brancos. e por parte de mãe tenho avós e avôs italianos. mas por parte de pai tenho um bisavô negro e bisavó alemã)EU SOU DE RAÇA IMPURA??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Fiz projeto para curso de normalistas com contos afro, indígenas, europeus, asiáticos , a intenção era equiparar as diferenças nas mais variadas civilizações, equiparar, aprofundar suas necessidades e ampliar suas capacidades de percepções do mundo em que vivemos
      Sua realidade é a soma de muitas conquistas territoriais, que avança fronteiras
      Conhecer outras culturas melhor seria, se não houvessem guerras, apenas conhecimentos

      Excluir